Palavra do Presidente de Honra

“Ainda que você talvez não esteja fisicamente conectado à Escola Caminho do Meio através de seus filhos ou filhos de amigos, veja como as crianças, seus pais, os professores e a comunidade ao redor estão beneficiados por um processo profundo e original de cultura de paz. Entender os outros em seus mundos é a sabedoria do espelho.

Se, com a alegria deles, surgir alegria em você, veja que você já se sente dentro do movimento da escola e isso o impulsiona a participar e ajudar a sustentar o processo. Alegrar-se e apoiar a o que de bom acontece com o outro é a sabedoria da igualdade.

Agora procure entender o que se faz nessa escola, como aqui promovemos a lucidez em um sentido amplo, tanto dos alunos, como dos professores, pais e comunidade. Veja os métodos usados, procure examinar e avaliar o processo. Surgem idéias próprias em você, sugestões sobre como funcionar melhor? Impulsos de auxiliar com sua própria experiência e lucidez? Isso é a sabedoria discriminativa.

Procure agora ver o que precisa ser sustentado no trabalho com as crianças, professores, pais e comunidade, e o que deveria ser evitado pois originará problemas. Especialmente veja que você não desanima mesmo localizando obstáculos e enganos, reconheça sua coragem de engajar-se positivamente. Isso é a sabedoria da causalidade.

A escola é uma criação livre e mágica da mente primordial. A mente primordial é o ponto último além do sofrimento e da impermanência, de onde se origina a cultura vitoriosa da lucidez e felicidade. A compreensão dessa natureza é a sabedoria de darmata.

Essas cinco sabedorias são o tema transversal de todas as ações da escola. São o eixo referencial do projeto pedagógico. Se seus olhos brilharam, você já faz parte dessa mandala.

Ao entrar na mandala, o benefício é imediato. Viver através destas cinco sabedorias é o segredo da ação vitoriosa e feliz no mundo.”

Imenso abraço e carinho, do lama Padma Samten..